***Por trás dos bastidores***

Eis que fecha a cortina do teatro, o espetáculo acabou. Entre e comente, a porta dos bastidores está aberta!

Sunday, May 28, 2006

Horário de pico

Existem vários tipos de horários de pico:

O ORIGINAL
Mais ou menos entre 18:30, aquele horário que nem motoqueiro sai do lugar, você dentro do seu carrinho com a gasolina quase acabando, começa a pensar em um novo texto para o blog.
No horário de pico original, fica aquela fileira de carros, motos, ambulâncias (elas insistem em ligar aquele barulho irritante mesmo sabendo que nada vai adiantar) , o carro da direita toca funk, o de trás toca sertanejo e o da frente não sabe fazer controle de embreagem e quase bate em você toda hora.

HOMENS HORÁRIO DE PICO
Também chamados de homens "picoentos" , são aqueles que adoram deixar as meninas em banho maria, congestionando seus coraçõezinhos com a esperança de um dia a fila andar.
Certamente você mulher, já esteve presa a um "picoento" desses. O que você fez? Saiu do carro e foi embora a pé, lógico! Já estamos vacinadas e antes mesmo de nos aproximar desses caras, damos meia volta, um cavalo de pau e cascamos fora. Xô...

MULHERES HORÁRIO DE PICO
Sem querer julgar mas já julgando, quando você sai à noite pro bar, boate ou seja lá o que for, encontra aquela criatura desesperada, chapada, descabelada, com o peito pulando pra fora do decote, que por algum motivo emocional, pé na bunda, TPM, encalhada ou a famosa dor de amor, essa "picoenta" paga o maior mico, dança no meio da pista uma mistura de boquinha da garrafa com "boladona" da Tati Quebra Barraco, faz coisas que nem ela mesma reconhece.
Tudo isso é culpa do horário de pico presente no caminho entre o coração e a mente.
Tá uma bagunça lá dentro dela, coitada! Entendo essas mulheres porque já fui uma delas.
Que vergonhaaaaaa...

BÊBADOS EM HORÁRIO DE PICO
Sabe aquele churrasco que toca axé, lotado de cerveja Cintra dor de barriga e aquela vodka baratinha?
Chega uma hora que começa o horário de pico.
Tá todo mundo doidão, o chão tá todo grudento, nenhuma música toca por inteiro (toda hora chega um congestionado e troca o cd) , você já tá afim de ir embora mas aquele seu amigo que vai De Carona fica te pedindo pra esperar mais um pouco, mais meia hora, duas horas e você começa a se sentir presa no horário de pico do parágrafo "O Original".
Convenhamos, a pessoa é sua amiga mas adora te congestionar e testar sua enorme paciência!

PICO NO TRABALHO
Trabalhando eu equipe ou não, sempre aparece aquela pessoa que congestiona seu caminho. Seja seu chefe que não te dá uma folga, aquele seu "amigo" que te inveja...
Se você ainda tá na faculdade, seu professor resolve dar uma prova sexta feira enquanto a única coisa que passa pela sua cabeça é o final de semana, um trabalho enorme pra entregar amanhã e seu grupo fica lendo revista da Avon (na minha faculdade só dá mulher) ...
Seu mês é todo congestionado e seu salário que é bom está preso em um constante congestionamento e nunca chega no dia certo? As contas pra pagar estão se acumulando?
Pico no trabalho gera um problema...

PICO NO NAMORO
Pra quem namora, pico no namoro é uma coisa constante. Seu namorado não te libera pra ir até a padaria, sua namorada fica parada em frente ao seu carro com o pé na lataria e falando "Vai ter que passar pro cimaaaa" ( já me contaram isso) , suas amigas perguntam por quê seu namorado é assim e você responde que você é pior e quem começou foi você? Conheço um forró que fala "Onde vai dar esse namoro?" Não adianta, pico no namoro não dá certo!

SEU HORÁRIO DE PICO
Chegou a hora de fechar o olho, entrar em contato com o "eu interior" e pensar nos nossos horários de pico.
Todo mundo já passou por aquele momento de "Quem sou eu?" , "O que eu fiz de errado?" e por aí vai.
Momentos que temos que sair de dentro do carro, assumir o papel de guarda e começar a direcionar as coisas em nossa vida.
Seja no amor, na amizade, no trabalho, na família, sempre surge um congestionamento que atrapalha o caminho.
Não adianta buzinar na cabeça do coleguinha da frente. Pare e pense, no final das contas tudo caminha direitinho! Tenho vários momentos de pico mas estou aprendendo a lidar com eles, não saio de casa às 18:30!
Hahaha...beijos!

28 de maio 2006

Monday, May 22, 2006

Deus


Acredito em Deus e não é de hoje, é de sempre.
Estudei muitos anos em colégio de freira, fiz primeira eucaristia e tudo aquilo que era considerado importante fazer. Fui espírita de freqüentar centro espírita sempre e fazer caridades.
Fui até mesmo em reunião budista, sempre gostei de conhecer religiões.
Ultimamente tenho freqüentado uma igreja batista, lá eles seguem direitinho a bíblia.
O lançe da bíblia é o mesmo lançe desse blog! Você abre, lê, interpreta de um jeito e vai seguindo feliz da vida!
As pessoas me perguntam: "Você gosta de conhecer religiões mas não firma em nenhuma?"
Gente, Deus é meu paizinho, meu amigo e converso com ele não é de hoje! Somos muito íntimos e realmente tenho muita fé.
Experiências espirituais? Tive milhares, de todos os tipos que vocês podem imaginar.
Não vou ficar aqui contando senão serei taxada de doida, psicótica e drogada.
Só sei de uma coisa, gosto do que sinto quando estou mais ligada a ele.
Gosto das pessoas que freqüentam esses lugares também, elas possuem um brilho no olhar e até o tom de voz é diferente. Conheço um pessoal ateu e um pessoal que ninguém imagina (mas isso não vem ao caso). Respeito tudo.
Respeito Deus e a ciência. Gosto de entender as pessoas e o que passa por sua cabeça.
A única coisa que me incomoda um pouco são os rituais. Já fiz vários e todos me fazem sentir pequena demais. O lado ruim de gostar de conhecer religiões é esse, você chega à igreja ou seja lá o lugar, escuta o que falam e se sente um peixe fora d'água. Parece que tudo que conheceu até hoje estava errado.
Então faço assim, coloco o conhecimento na mochila, Deus no coração, o silêncio na boca e sigo a estrada pedindo carona pra sorte. Guardo na memória as pessoas que conheci e admiro sua fé, sua música, sua dança, seus protetores, sua saia rendada, sua vela, sua bíblia, seus feitos, suas verdades e seu coração!
Agora, sobre minha conversa com Deus, fica só entre nós dois! Né não paizinho?
Te amo e obrigada por tudo! Continue protegendo as pessoas e o mundo todo tá? Beijinhos!!!
"E a liberdade será a canção do meu coração..."

22 de maio 2006

Thursday, May 18, 2006

Corre que o tempo corre



Quando você era criança, colocaram em sua cabeça que caso não tirasse as melhores notas no colégio e se não entrasse para a melhor faculdade, depois de formada não ganharia presente do papai noel e nem a terra prometida.
O quê? Já tem 27 anos e não arrumou ninguém pra casar? Ficou pra titia!
Quem disse que temos que entrar pra faculdade com 18 anos, casar com 25 e ter filhos com 27?
Não gosto de regrinhas, isso me irrita.
Tudo bem que as paredes estão se fechando, mas e se eu morrer hoje?
Vou chegar pra Deus e falar que tomei bomba no colégio mas amei ao próximo e fui feliz!
Responsabilidade é bom mas morrer de infarto deve ser horrível.
Alguém aí já escutou a música Filtro Solar com Pedro Bial? Ele comenta que as pessoas mais interessantes que conhece estão com 40 anos e não sabem o que querem da vida.
Minha irmã está a beira de um ataque de nervos quando se tocou que está com 25 anos e nem metade de seus planos foram realizados.
Eu queria ficar aqui escrevendo mas hoje tenho prova de anatomia e tenho que estudar. A vida é cheia de "tenho".
Lá na faculdade tem um cadáver para Anatomia. Ele não foi enterrado, não jogaram flores em seu caixão. Será que em vida ele pensou que isso poderia acontecer? Ou será que ele vivia em função dos "tenho"? Respeito muito ele.
Então é isso gente, somos vítimas do "Corre que o tempo corre".
Empurra a pessoa que está na sua frente antes que ela pegue seu lugar.
Termine também de secar seu coração e entregue a alma pro diabo.
Parem com essa loucura. Seja feliz e... Ai meu Deus, eu "tenho" que ir! Corre que o tempo corre.
Boa sorte!!!

18 de maio 2006

Monday, May 15, 2006

Saudades


É difícil dizer, mas várias pessoas foram embora da minha vida. Alguém lá de cima me levou um amigo. Na época tínhamos 10 anos de idade. Éramos muito novos, mas não existe tempo certo para uma amizade verdadeira. Levou também meu padrinho e recentemente minha avó. O estranho mesmo é pensar em pessoas que estão vivas mas não estão com você. Amizades que tomaram outro rumo por exemplo. Deveria ser proibido conquistar e ir embora. Fica aquele vazio no lugar do coração que acumula tanto ar, evapora pra garganta formando um bolo e sai em forma de lágrima. Isso, quando sai. Se eu adivinhasse os últimos momentos, minha força se multiplicaria só pro abraço ser ainda mais forte. Não quero mais perder ninguém, não agüento mais ficar ajoelhada passando a mão no chão procurando as pessoas que não consigo enxergar. Não sei se pensam em mim, mas penso em todos vocês. Faço das lembranças um desentupidor de garganta entupida por saudades.

"O valor das coisas não está no tempo em que elas duram, mas na intensidade com que acontecem. Por isso existem momentos inesquecíveis, coisas inexplicáveis e pessoas incomparáveis." Fernando Pessoa

24 de abril 2006

Sunday, May 14, 2006

Deixando levar


Textos feitos em meio a madrugada acompanhados ao escuro da noite e ao silêncio onde só se escuta o arranhar da lapiseira ao papel.
As músicas que acabei de ouvir, ainda zunindo em minha cabeça não me permitem ouvir meus pensamentos.
A mão descontrolada, escreve na rapidez da luz para não perder nenhum detalhe.
Os olhos não piscam e o coração dentro do peito parece apertado, batendo ao rítimo desses pensamentos sem lógica.
Em meio a turbilhões de emoção, ao apertar do papel com força contra a coxa devido a velocidade das palavras depositadas, a respiração finalmente volta ao normal.
Eis aqui mais um sentimento que passou e teve que ser escrito por não caber em mim.
Um texto sem rima, sem forma de poema, mas simples como tento ser.

17 de março 2006

Medo

Tudo bem, dúvidas e medos são coisas normais de se ter. Mas aonde está a vontade? Aquela vontade de conversar com aquela amiga que te magoou, com aquele menino que não sai da sua cabeça, aquela vontade de comer aquele chocolate proibido pela dieta, de montar um blog...
Qualquer mudança ou idéia gera um medo.
Medo de ser rejeitado, de dar tudo errado, de engordar, de sofrer...
Mas será que vale a pena deixar esse medo vencer? Se der errado pode arrancar risadas, mas não vai arrancar pedaço.
Ainda mais que as pessoas recebem tanta informação por dia, que amanhã elas nem se lembram direito o que aconteceu se é que sabem o que está acontecendo.
Quem vive se reprimindo não cresce, não aprende com os erros e não sente.
É lógico que tudo têm um limite. Você não vai bater à porta da casa dele completamente nua como diz a música da Ana Carolina.
Ah... se quiser bater também, bata! É só não deixar a polícia te ver senão você pode ir presa.
O importante é viver, arriscar e fazer valer a pena! Cada um pensa de uma forma!
Se para os outros isso tudo é ridículo, pra você é algo especial!
"É preciso viver e não apenas existir." (Clarice Lispector)

30 de março 2006