***Por trás dos bastidores***

Eis que fecha a cortina do teatro, o espetáculo acabou. Entre e comente, a porta dos bastidores está aberta!

Wednesday, August 15, 2007

Coisas que a gente inventa


"Não importa o quanto você se importa, algumas pessoas simplesmente não se importam."
*
Não sei bem se é invenção, só sei que a gente faz coisas que até Deus duvida. Inventamos amores, dor de barriga, doença... O problema são as coisas que a gente faz pra conseguir algo. Cisma que tá apaixonado? Nem sabe se é paixão, vontade de conquistar aquela pessoa difícil... ninguém entende, você não entende. O problema é que bate aquele negócio, aquele sentimento maluco e até os considerados mais bem solucionados no quesito paixão se embaralham. Aquela menina controlada vira uma louca que liga de madrugada, o certinho bate bêbado na casa da menina... Atire a primeira pedra quem nunca cometeu uma loucura por algo que acreditava muito, mesmo sendo só você a única pessoa acreditando. Quando queremos muito alguma coisa não existe razão que controle. Eu sou assim, de verdade. Fiz praticamente dois anos de yôga em busca do auto conhecimento, auto controle, auto, auto, auto... consegui um auto entendimento do tanto que não me controlo. Intensa, essa é a palavra. Defendo besteiras feitas sem pensar (não é por aí), são essas besteiras que me movem, que me batem, que me deixam bêbada sem colocar uma gota de álcool na boca. Quer saber uma coisa? Não ligo, quero mais é viver. Vou te ligar de noite pra falar que te adoro, nada mais. Mais sincera que a transparência, quase uma louca. Não passo vontade. Sabe a frase que coloquei no começo? Pois é, não me importo com nada porque simplesmente não vale a pena. Preocupar com coisas que vão pensar de você é uma grande besteira, muitas vezes você não é nem mesmo notado. Então vá e faça, "o coração tem razões que a própria razão desconhece" e o resto é resto, acaba sendo esquecido. Paz, amor e um pouco de loucura pra todo mundo!

14 Comments:

Anonymous Antônio said...

"Intenso, essa é a palavra."

Vejo aqui uma grande semelhança entre nós. Tu escreve como se fosse eu na forma feminina. Simplesmente fico sem argumentos para acrescentar.
Muito bom de ler, muito mesmo.

Cuide-se, beijão!

6:53 AM  
Blogger mitro said...

Que importa?
Talvez nada importe mesmo, então porque nos importamos?

Sabe...
...acho que é tudo uma tentativa de se sentir feliz!

6:55 AM  
Anonymous .eu sou assim. said...

.uma força maior me trouxe aqui.
vi seu comentário no blog do amigo antônio (que momento) dizendo: "nossa, como somos parecidos!"
.daí pensei, se meus sentimento tb se parecem com os dele, tb se parecem com os seus! lógica!
.vim, li e amei.
.foi um grande prazer.

.

7:41 AM  
Blogger S H A H said...

Hi
Really you have a nice blog, I Like, and I hope to accept me as a Freind

S H A H

6:19 AM  
Anonymous Samanta said...

Outro dia li uma oração que se encaixa perfeitamente no post e, agora, me lembrei:
"Não posso me preocupar com o que pensam sobre mim pois, independe da minha vontade. É algo que não dá para controlar".
É isso aí.
Faça o que tiver vontade.
E, que pensem o que quiserem.
O importante é viver!
Beijos no coração.

8:17 PM  
Blogger mojitos said...

O Exame de Inconsciência andava sozinho, abandonado.


Ao léu.


Um blog difícil para um autor cheio de introspectos.

Vamos dar uma chance a ele, um amor difícil, expresso em letras?

Um Beijo

10:23 PM  
Blogger Cinara Lisboa said...

Invenção...
Intensidade...
São as palavras!
E mesmo que ninguém mais se importe,vamos conquistar o mundo...mesmo que seja só o nosso! Adorei o texto Lúh!

Bjoooo

Ps:Bailarina Atualizado...passa por lá!

4:17 PM  
Blogger soul&body said...

waw, por trás dos bastidores encontra-se uma pessoa de grande paixão , uma intensidade imensa, que não se importa com o que os outros pensam porque o que realmente importa, é a importância da nossa felicidade, talvez isto até possa parecer um bocado egoísta. Mas a verdade é como o Mitro disse, é uma tentativa de se sentir feliz!
;)

12:51 PM  
Blogger caçadordementes said...

Adorei o texto.

11:43 AM  
Anonymous *Lusinha* said...

Quando é sincero, esse grau de despretensão é muito bom.
Bjitos!

6:02 AM  
Blogger Sahh said...

Que tudoo!
:D
amei o post!

boa semana mocinha :*

6:48 PM  
Anonymous Samanta said...

Atualiza!
Adoro teus textos!
Beijos no coração.

8:07 PM  
Anonymous Anonymous said...

Eu tb sou assim. N fujo do q quero fazer, n me escondo atrás da aprovação das pessoas. Principalmente no quesito coração...Aí eu funciono mais ou menos assim: mesmo sabendo q tentar pode dar simplesmente em nada. Q ha barreiras q podem ser mais altas q a vontade d estar junto, ou a intencao de construir. E q a distancia eh tao grande q todo o amor doado n fara eco.Mesmo assim eu n fujo disso.
Seguir o coracao faz bem,menininha.
Do outro lado do atlantico, te cumprimento.
Sou amigo da Brena.
bjs

12:13 PM  
Blogger markus said...

Que importa?... O importante é viver, e se viver é amor...Então só o amor é importante!
Bjos***

2:18 AM  

Post a Comment

<< Home